Posts Tagged ‘Ciência’

PESQUISADORES AFIRMAM QUE MAQUIAGEM PODE CAUSAR MENOPAUSA PRECOCE

cosmesi_naturale1.jpg (249×147)

Estudos recentes feitos por pesquisadores mostram uma preocupação em relação a produtos como: plásticos, cosméticos, produtos domésticos e embalagens de alimento, pois neles foram encontradas substâncias químicas que podem aumentar o risco de câncer, diabetes e obesidade.

Nas maquiagens e spray de cabelo produtos que mulheres utilizam bastante no seu dia-a-dia também foi localizado produtos químicos que podem causar menopausa precoce.

Essa descoberta feita por pesquisadores americanos, e garante que esses produtos estão detendo os sistemas reprodutivos das mulheres, incluindo os ovários, levando à menopausa precoce.

Segundo a médica Dr. Natália Grindler, da Universidade de Washington, foram avaliadas os níveis de ftalatos (composto químico utilizado como aditivo para deixar o plástico mais maleável) no sangue e na urina de 5,7 mil mulheres. As que apresentaram maiores valores desse composto no corpo passaram pela menopausa antes da idade padrão que é de 51 anos.

Ainda de acordo a Dr. Natália, mesmo sendo uma pesquisa preliminar, as evidências já é bastante para indicar um choque prejudicial a longo prazo.

PROBLEMA CARDÍACO MATA UMA PESSOA A CADA DOIS MINUTOS NO BRASIL

Doença silenciosa, com maior incidência entre os homens entre 45 e 75 anos, a arritmia é responsável por 80% a 90% dos casos de morte súbita no Brasil. De acordo com estimativas da Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas (Sobrac), a cada dois minutos uma pessoa é vítima de morte súbita no país.

Para alertar a população brasileira sobre os benefícios de manter hábitos saudáveis e evitar o problema, a entidade promoveu neste domingo (12), em todas as capitais brasileiras, a Campanha Coração na Batida Certa. As atividades fazem parte do Dia Nacional de Prevenção das Arritmias Cardíacas e Morte Súbita.

Mas, segundo o cardiologista e arritmologista José Sobral Neto, o problema também está no comportamento das pessoas, que não prestam atenção aos primeiros sintomas da doença, como tonturas, desmaios e dores.

MEDICAMENTOS PODEM PREJUDICAR A MEMÓRIA DE IDOSOS

Uma pesquisa realizada por canadenses revelou que alguns medicamentos podem prejudicar a memória ou concentração de idosos. O levantamento apontou como vilões os remédios utilizados para combater insônia, ansiedade ou alergias.

A pesquisadora Cara Tannenbaum, professora de medicina e farmácia da Universidade de Montreal, afirmou que o benzodiazepínico, os anti-histâmínicos e os antidepressivos podem afetar o processamento das informações.

O estudo mostrou que grande parte das pessoas com mais de 65 anos que tomam pelo menos um comprimido por prescrição, reclamaram de problemas de memória.Mas, a descoberta não significa que os idosos devem deixar de tomar o medicamento. Cada caso deve ser avaliado de acordo com a necessidade do paciente.

MULHERES QUE PARAM DE FUMAR ANTES DOS 30 GANHAM 10 ANOS A MAIS DE VIDA

Isso foi o que concluiu uma pesquisa realizada na Universidade de Oxford, no Reino Unido, divulgada no site R7. Mulheres que abandonam o cigarro antes dos 30 anos de idade têm 97% menos risco de morte prematura por doenças causadas pelo vício, de acordo com o estudo.

De 1996 à 2001, a equipe do projeto Million Woman Study, reuniu 1,3 milhão de mulheres que tinham entre 50 e 65 anos. Entre elas, 20% fumavam, 28% tinham abandonado o cigarro e 52% não eram fumantes. Cada uma foi acompanhada por um período de 12 anos.

Após três anos acompanhando cada mulher, o resultado já mostrava que as fumantes tinham quase três vezes mais chances de morrer nos nove anos seguintes comparadas às não fumantes. Segundo os pesquisadores, isso significa que dois terços de todas as mortes de mulheres fumantes na casa dos 50 aos 70 anos são ocasionados por doenças relacionadas ao tabagismo, como câncer de pulmão, enfermidades pulmonares crônicas, doenças do coração ou derrame cerebral.

Ao longo do levantamento, 66 mil participantes morreram. As mulheres que abandonam o cigarro na meia idade ganham, em média, 10 anos a mais de vida. A equipe ressalta que, as principais conclusões são que os riscos do tabagismo para mulheres são maiores do que os estudos anteriores sugeriram, mas também que parar de fumar tem benefícios maiores do que se pensava anteriormente.

CONSUMO DE FAST-FOOD NA GRAVIDEZ PODE SER MAIS PERIGOSO QUE FUMAR

As famosas “comidas rápidas”, conhecidas como fast-food, quando consumidas durante a gravidez podem ser tão perigosas quanto fumar. Isso acontece porque as substâncias químicas presentes em alimentos industrializados podem limitar o tamanho do bebê.

Uma substância química encontrada em alimentos processados foi a responsável por limitar o tamanho do bebê e o crescimento do cérebro no útero. O impacto foi semelhante ao efeito adverso do tabagismo sobre o peso do bebê ao nascer.

Um grupo de cientistas analisou a dieta de 1,1 mil mulheres cuja principal ingestão de produtos industrializados foi a batata frita e descobriram que as gestantes que comiam diariamente esses alimentos tiveram bebês 140g mais leves, assim como uma circunferência da cabeça menor, com 2,54mm a menos.

USO CONTÍNUO DE SMARTPHONES PODE CAUSAR LESÃO NOS DEDOS

O uso contínuo de smartphones vêm causando lesão nos dedos polegares de seus usuários. Trata-se de uma lesão que ocasionada pelo movimento de mandar mensagens e responder emails. Para piorar a situação, quando a internet do celular é usada, esse problema aumenta.

Médicos ortopedistas têm observado o aparecimento crescente de casos em seus consultórios de uma lesão conhecida como textingtendinitis. Ao clicar com o polegar a tecla do telefone, há um movimento de extensão que feito constantemente causa microlesões no tendão extensor que se inflama.

Para aliviar os tendões, os ortopedistas recomendam a diminuição do período usado para a digitação além da prática de alongamento nos dedos.

ESPECIALISTA AFIRMA QUE HIGIENE DEMAIS POR CAUSAR ALERGIAS

09_18_08_994_file (460×300)

Hoje muitas pessoas utilizam frequentemente sabonetes antibacterianos e álcool em gel. Esses produtos são bastante usados para eliminar as bactérias e afastar o risco de contaminação.

Mas segundo o Dr. Leonard Bielory, professor da Universidade Rutgers e médico da Robert Wood Johnson University Hospital, o uso excessivo destes produtos de higiene nas primeiras fases da vida pode resultar em alergias.

Para ele, isso significa que um ambiente estéril pode não ser tão saudável quanto às pessoas imaginam. Dr. Leonard Bielory lembra que um espaço ultralimpo é muito importante para uma criança com algum tipo de imunodeficiência, mas no caso de crianças saudáveis seu sistema imunológico precisa ser estimulado para combater infecções. Essa é uma das razões pela qual as crianças são imunizadas com as vacinas.

Uma criança exposta no começo da vida a um lugar sujo tem menos possibilidade de desenvolver alergias graves na fase adulta. Isso não é aplicado quando os pequenos estão doentes.

O especialista acrescenta também que uma das regras de ouro é ao tossir cobrir a boca com o braço ou um lenço em vez de lavar as mãos regularmente quando se está doente, caso contrário à orientação é utilizar sabão e água.

CONSUMO EXCESSIVO DE CARNE PODE ENGORDAR E CAUSAR CÂNCER

Acaba de ser comprovado que a carne em excesso pode engordar. Um estudo europeu analisou mais de 400 mil adultos de diversos países e concluiu que as dietas de proteína não são a melhor opção para manter a perda de peso a longo prazo.

Os voluntários com a dieta mais rica em carne engordaram mais do que as pessoas que optaram em comer proteína animal apenas algumas vezes na semana ou seguiam uma dieta vegetariana.

Além do ganho de peso, o consumo excessivo de carne está ligado a um aumento de diversos tipos de câncer. Os cientistas ainda não sabem qual é a ligação entre a carne e o ganho de peso, principalmente quando as calorias da dieta permanecem inalteradas.

A porção ideal de carne recomendada pelos médicos é um bife do tamanho da palma da mão, ou o consumo de ovos, queijo, lentinhas e peixes em substituição à carne vermelha.

PRÁTICA DE CAMINHADAS REDUZ RISCO DE CÂNCER DE MAMA

8687991.jpg (730×502)

Um estudo recente constatou que a prática de caminhadas esta associada à redução do câncer de mama. Dentre as várias mulheres pesquisadas ao longo de 20 anos, as que praticavam caminhada eram as que corriam menos risco de contrair a doenças.

Fazer exercícios se tornou mais eficiente do que fazer restrições alimentícias e de álcool na prevenção do câncer de mama. O estudo chegou a essa conclusão depois de estudar nesses 20 anos 95.396 mil mulheres. A caminhada se mostrou mais eficiente do que a natação e a corrida.

Os cientistas acreditam que como andar é uma atividade livre, que não requer uma academia para se exercitar, dependendo da intensidade que a mulher se locomova, esse tempo pode exercer influência na descoberta. A prática da atividade física e principalmente da caminhada, reduz o estrógeno no sangue e isso diminui o risco de câncer.

CAFÉ SEM AÇÚCAR AJUDA NA QUEIMA DE CALORIAS

A ingestão de café diariamente pode ajudar na queima de calorias. Segundo pesquisa, o consumo de dois copos com café por dia pode ajudar a eliminar até 50 durante quatro horas após a ingestão da bebida.

Mas, as pessoas devem adoçar o café com adoçante, pois o açúcar engorda. O processo de queima calórica acontece porque uma substância contida no café, a cafeína, estimula o sistema nervoso e o corpo entende que deve gastar energia do estoque de gordura.

A bebida é um energético natural e auxilia o corpo a ficar mais ativo, ajudando no processo de emagrecimento.Os especialistas aconselham a ingestão de uma xícara com café antes das refeições, para quem deseja emagrecer, pois a cafeína libera endorfina no organismo, provocando a sensação de saciedade. Além disso, a ingestão depois das refeições auxilia na digestão.

EUA APROVAM NOVO COMPRIMIDO ÚNICO PARA TRATAMENTO CONTRA O HIV

A agência de vigilância sanitária dos Estados Unidos aprovou nesta segunda-feira (27) o uso de um novo remédio contra o HIV, vírus causador da Aids. O medicamento combina quatro drogas usadas contra a doença em somente um comprimido que deve ser tomado diariamente pelos pacientes em tratamento.

Nos EUA, a medicação será vendida com o nome de “Stribild”, pela empresa farmacêutica Giled, que já comercializa duas outras combinações de remédios contra o vírus em um comprimido – Atripla e Complera, que reúnem três medicamntos cada um.

O tratamento contra o HIV consiste em tomar um grupo de medicamentos chamado de “coquetel contra Aids”. O novo remédio, assim como os demais, não cura o HIV, já que a medicina ainda não descobriu como extinguir o vírus. A medicação apenas controla os sintomas da doença e evita a destruição do sistema de defesa do organismo. Para evitar contágio, é preciso fazer uso de camisinha nas relações sexuais e usar agulhas e seringas descartáveis. Informações do Correio.

CIENTISTAS CRIAM “VACINA” PARA EMAGRECER

vacina3.jpg (450×298)

O teste foi feito por uma empresa norte-americana chamada Braasch Biotech LLC. Inicialmente, a vacina foi testada em ratos e fez com que o organismo dos animais criasse anticorpos contra a somatostatina, um componente que inibe duas hormonas e, consequentemente, contribui para o aumento de peso: a hormona do crescimento (GH) e o de um factor de crescimento semelhante à insulina, o IGF-1.

Essas duas substâncias são importantes pois aumentam o metabolismo e contribuem para a perda de peso. Ao causar uma reacção alérgica contra a somatostatina, os cientistas conseguiram acelerar o metabolismo.

Os testes foram feitos em dois grupos de dez ratos cada. Ambos receberam alimentação rica em gordura durante oito semanas antes do teste para que chegassem obesos no início dos exames. No primeiro e no 22º dia, dez roedores receberam a vacina, enquanto o outro grupo tomou apenas uma solução salina do medicamento. Quatro dias depois da vacinação, os primeiros ratos já apresentavam uma queda de 10% do peso em relação ao outro grupo. No fim do estudo, que durou seis semanas a partir dos testes iniciais, a queda de 10% manteve-se, sem alterar os níveis normais de hormonas.

A vacina vai agora passar por um teste que irá analisar os seus efeitos a longo prazo para saber se poderá ser usada em seres humanos.

ESTUDO CONCLUI QUE LIMITAR O TEMPO QUE PASSAMOS SENTADOS NOS AJUDA A VIVER MAIS

Limitar o tempo que passamos sentados a apenas três horas por dia poderia adicionar dois anos à nossa expectativa de vida, revelam cientistas americanos.

Seguindo esse princípio, restringir o tempo que passamos em frente à TV a duas horas por dia poderia acrescentar 1,4 anos à nossa expectativa de vida, afirmam os especialistas do Pennington Biomedical Research Center em Baton Rouge, Louisiana, em um artigo publicado na revista online BMJ Open.

Comentando o estudo, no entanto, outros cientistas dizem que as estimativas americanas, baseadas em cinco estudos populacionais diferentes, não são confiáveis o suficiente para predizer os riscos pessoais.

Além disso, tal meta não é realista, argumentam os críticos. Read the rest of this entry »

FILHOS DE FUMANTES TÊM MAIORES RISCOS DE DESENVOLVER CÂNCER

Os filhos de fumantes podem herdar genes danificados dos pais. De acordo com um estudo realizado no Reino Unido, o tabagismo prejudica o DNA do pai e o filho nasce com um risco maior de desenvolver câncer na infância, como a leucemia. Para evitar o risco o fumante deve ficar 12 semanas sem fumar antes da relação.

Outro estudo revelou que a ingestão de chá em excesso também pode aumentar os riscos de adquirir o câncer de próstata. Os cientistas revelaram o contrário de pesquisas anteriores, que sugeriam beber chá para reduzir o risco da doença.

ANTIOXIDANTE CONTIDO NO VINHO PODE AJUDAR NO DESEMPENHO FÍSICO

O antioxidante natural contido no vinho, o resveratrol, melhora o desempenho físico e a função cardíaca e esquelética de camundongos. Um estudo realizado no Canadá indicou que ao combinar suplementos de resveratrol com o treinamento físico os efeitos benéficos da atividade física sozinha são intensificados.

Os animais que receberam uma dieta com altas doses do composto tiveram melhor desempenho na atividade física. Os pacientes que querem se exercitar, mas não têm condições físicas, poderão ingerir o suplemento que “imita” os benefícios do exercício.

Após o resultado positivo nos camundongos, os pesquisadores vão começar a testar o resveratrol em diabéticos com insuficiência cardíaca, para ver se o composto natural pode melhorar a função cardíaca deles. O estudo tem previsão de começar nos próximos meses e tem duração de 10 semanas.

SESSÃO DA CÂMARA

aovivo2

AFONSO MENDES

Consultor Legislativo; Bacharelando em Direito na UNEB; Direitos Humanos na UnB e Blogueiro. Um jovem que acredita na renovação dos valores da política.

Para enviar e-mails a Afonso Mendes, clique aqui.

 
Versículo para você!
PUBLICIDADE


http://www.noticiasdeipiau.com/wp-content/uploads/slide_itagiba.gif

TEMPO EM IPIAÚ